Pais, Mães e Avós

Partilhe

Enquanto os pais vivem juntos ambos tratam dos filhos e os acompanham. Quando se separam na maior parte dos casos um dos progenitores, e todo o seu lado da família, vê fortemente reduzido o tempo que pode estar com os filhos. Apesar de a lei promover que ambos os progenitores possam estar com os filhos com frequência, o progenitor que fica com a guarda dos filhos cria com frequência obstáculos à proximidade do outro progenitor. Na maior parte dos casos é o pai que é afastado da vida dos filhos, mas noutros casos é a mãe. Existem passos que pode fazer antes da separação, aquando do acordo de regulação de responsabilidades parentais e mais tarde. Os grupos de mútua ajuda pretendem ser um apoio para os pais que se vêem nesta situação e a troca de experiências pode ser o melhor apoio que pode encontrar.

 

A família da criança é sempre uma

Separação do Casal – Guia para enfrentá-la sem prejudicar os filhos

Guia da Coparentaliade Positiva

Mediação Familiar Evitar ser pai/mãe de fim de semana

Parentalidade Positiva

Informações úteis Saída de Menores do Território Nacional

Recursos Materiais

Conceitos

Escolha de advogado

Conte a sua história

Tornar-se associado

 

A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PELA IGUALDADE PARENTAL E DIREITOS DOS FILHOS tem por fim as actividades de carácter cívico, cultural, formativo e informativo, no âmbito da protecção e fomento da igualdade parental, nos seus diferentes níveis de intervenção – legislativo, jurídico, psicológico, mobilização da opinião pública, entre outros -, relativamente aos direitos dos filhos (crianças e adolescentes) cujos pais se encontrem separados ou divorciados.