IIª Conferência

Partilhe

IIª Conferência Internacional “Igualdade Parental Séc. XXI”


FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO ONLINE
(clique aqui para se inscrever)

Programa da IIª Conferência para download (clique)

Informação sobre os Oradores

 

parentalidade_conferencia2013_ctz-final_web

 

  IIª CONFERENCIA INTERNACIONAL SOBRE “IGUALDADE PARENTAL SÉCULO XXI”
  Refletir e agir em prol da Coparentalidade
   
   
  Dia 20 de Junho
Hora  
8h30 Abertura do Secretariado
    
9h30 Sessão de Abertura
9h30-9h45 Vereadora da Ação Social da Câmara Municipal de Coimbra – Maria João Castelo Branco
9h45-9h55 Presidente da Direção da APIPDF – Ricardo Simões
   
10h Painel 1: As mudanças nas famílias portuguesas
  Mesa A: Evolução, gerações, estilo e género
10h-10h20 Susana Atalaia (ICS-UL)
   
  Mesa B: Conciliação entre o trabalho e família
10h20-10h45 Bernardo Coelho (CIES/ISCTE)
  Moderadora Mesa A e B: Andreia Vale (Psicóloga, Formadora na Red Apple)
10h45-11h15 Debate / Perguntas e respostas
   
11h15-11h30 Coffee Break
   
11h30-12h15 Mesa C: Igualdade Parental como o caminho para a Igualdade de Género?
11h30-11h50 Rita Veloso Mendes (CIES-IUL)
11h50-12h10 Natividade Coelho (Vice-Presidente da C.I.T.E.)
  Moderador: Ricardo Simões (APIPDF)
12h10-12h40 Debate / Perguntas e respostas
   
13h-14h30 ALMOÇO
   
  Painel 2. Os Conflitos Parentais
14h30 – 16h Mesa A: O papel dos profissionais nos conflitos parentais: o psicólogo, o advogado e os assistentes sociais (formação, ética e profissionalismo)
14h30-14h50 Luís Silva (Advogado, RSA Advogados)
14h50-15h10  Miguel Ricou (Psicólogo e Presidente do Conselho Jurisdicional da Ordem dos Psicólogos)
15h10-15h30 Maria Emília Santos (Presidente da Delegação Regional do Centro da Associação dos Profissionais de Serviço Social)
  Moderador: Ana Rita Alfaiate (Assistente Convidada da Faculdade de Direito de Coimbra e Membro do Centro de Direito da Família)
15h30-16h Debate / Perguntas e respostas
   
  Mesa B: Conflitos Parentais e a Escola
16h-16h30 Hugo Manuel Leite Rodrigues (jurista e autor do livro “Questões de Particular Importância no Exercício das Responsabilidades Parentais”)
  Moderadora: Conceição Gomes (Coordenadora Executiva do Observatório Permanente da Justiça Portuguesa) 
16h30-17h Debate / Perguntas e respostas
   
17h-17h20 Coffee break
   
17h20 – 18h30 Mesa C: Alienação Parental: métodos e instrumentos de prevenção num contexto de sociojurídico
17h20 – 17h45  Sandra Inês Feitor (Jurista e autora do livro “A Síndrome da Alienação Parental e o seu Tratamento à Luz do Direito de Menores”)
17h45 -18h Comunicação: “O Papel do Espaço Família/Pontos de Encontro Familiar…Um novo espaço relacional para manter as relações crianças /família e a coparentalidade… ” – Maria Leonor do Coito Araújo
  Moderador: Hernâni de Carvalho (Psicólogo e jornalista) 
18h-18h30 Debate / Perguntas e respostas
   
18h35 Encerramento do 1º dia da Conferência
   
   
  Dia 21 de Junho
8h30 Abertura do Secretariado
9h Painel 3. Responsabilidades Parentais, os Tribunais e a Mediação Familiar
  Mesa A: Que caminhos para os Tribunais de Família e Menores?
9h-9h25 Rui Alves Pereira (Advogado, PLMJ)
9h25-9h50 Paulo Guerra (Juiz Desembargador do Tribunal da Relação de Coimbra – Docente no CEJ)
9h50-10h05 Comunicação: “Perceções dos magistrados sobre parentalidade e a decisão judiciária” – Maria Luís Machado, Universidade Fernando Pessoa, Porto
  Moderador: Fernando Amaral (Procurador-Geral Adjunto – Diretor da Delegação de Coimbra do Centro de Estudos Judiciários) 
10h05-10h30 Debate / Perguntas e respostas
   
10h30-10h45 Coffee break
   
10h45 Mesa B: A Mediação Familiar como resolução alternativa dos conflitos parentais: presente e futuro
10h45-11h05 Maria Saldanha Pinto Ribeiro (Mediadora Familiar e Presidente do Instituto de Mediação Familiar)
11h05-11h35 Fernanda Molinari (advogada especialista em Direito de Família e Psicologia Jurídica / Mediadora de Conflitos Familiares – Brasil / Diretora da Associação Brasileira Criança Feliz para o Rio Grande do Sul)
11h35-11h55 Anabela Quintanilha (Mediadora Familiar)
  Moderadora: Teresa Prazeres Pais (Juíza do Tribunal da Relação de Lisboa)
11h55-12h15 Debate / Perguntas e respostas
   
  Mesa C: O sistema de promoção e proteção de Crianças e Jovens
12h20-12h45 Maria Perquilhas (Juíza de Direito e docente no CEJ)
12h45-12h55 Comunicação: “As competências parentais e conhecimento das emoções das crianças do pré-escolar” – Isabel Cruz
  Moderadora: Maria de Fátima Gonçalves (Presidente da CPCJ de Coimbra)
12h55-13h15 Debate / Perguntas e respostas
   
13h15-14h30 ALMOÇO
   
  Painel 4: A guarda partilhada como presunção jurídica: o caminho para o superior interesse da criança?
14h30-15h António Fialho (Juiz de Direito – Tribunal de Família e Menores do Barreiro)
15h-15h30 Residência alternada no masculino: significados, práticas e negociações da parentalidade após dissolução conjugal – Sofia Marinho (ICS-UL/OFAP)
   
15h30-15h45 Coffee break
   
  Separação sem conflitos conduzida por pais responsáveis (a experiência francesa)
15h45-16h25 Marc Juston (Presidente do Tribunal de Grande Instância de Tarascon (França))
   
  Facing the Crisis of the Family in the Name of Children: Presentation of Meta Analysis involving 300.000 children of divorced couples in the world
16h25-16h50 Vittorio Vezzetti (pediatra Italiano, responsável cientifico da Plataforma Europeia Colibri e pela ANFI (Associação Italiana de Profissionais de Família))
  Moderador: Manuel Capelo (Juiz Desembargador – Tribunal da Relação de Coimbra)
16h50-17h30 Debate / Perguntas e respostas
   
17h30-17h50 Encerramento – Paula Teixeira da Cruz (Ministra da Justiça) *
  * A confirmar
   
  POSTERES
  Conciliação entre a vida familiar e profissional- Experiências e Práticas de Conciliação e Representações Sociais face ao «Sentido dos Direitos»” – Sofia Dias

 

PREÇOS DE INSCRIÇÃO:

Associado/a – 5 €

Estudante – 10 €

Geral – 15 €

Inscrições de última hora – 30 euros – no local da conferência

 

DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO
18 de junho de 2013

 

PÚBLICO ALVO

Pais, mães, avós, filhos, magistrados judiciais e do Ministério Público, advogados, diretores de escola e de turma, conservadores do registo civil, órgãos de polícia criminal, técnicos dos serviços de reinserção social e da Segurança Social, membros das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens, profissionais de organismos do Estado Central e Local e de organizações de solidariedade social com intervenção na área da família, da infância e da juventude, dos meios de comunicação social, estudantes, professores e investigadores nas áreas das Ciências Sociais (Psicologia, Sociologia, Direito, Serviço Social, entre outras).

 

MORADA:

Hotel Dª. Inês | Rua Abel Dias Urbano, 12 | 3000-001 Coimbra |

GPS 40° 12′ 52.52″ N | 8° 26′ 10.03″ W |


NOTAS:

As inscrições devem ser realizadas online através do link:

www.igualdadeparental.org/conferencia2013

Excecionalmente admitimos o envio da FICHA DE INSCRIÇÃO (clique para fazer o download), conjuntamente com o comprovativo do pagamento para o e-mail conferencia2013@igualdadeparental.org

Os pagamentos devem, nesta última situação, ser efetuados para a seguinte conta bancária:

Millennium BCP

APIPDF Associação Igualdade Parental

NIB 0033 0000 45394111508 05

IBAN   PT50.0033.0000.45394111508.05

SWIFT/BIC   BCOMPTPL

 

ESTADIA:

HOTÉIS PARCEIROS
Hotel Dª Inês

Abel Dias Urbano, 12

3000-001 Coimbra

Tel. 239-855800

http://www.hotel-dona-ines.pt

Alojamento:

Quarto single (pequeno-almoço buffet + garagem) – 51€ / noite

Quarto duplo (pequeno-almoço buffet + garagem) – 61€ / noite

 

Alimentação (almoço / jantar):

Refeição buffet (com bebidas e café) – 16€ / pessoa

Pagamento efetuado diretamente ao hotel

 

 

Hotel Ibis

Avenida Emídio Navarro n°70

Edifício Topázio

3000-150 Coimbra

Tel. 239-852130

 http://www.ibis.com/pt/hotel-1672-ibis-coimbra-centro/index.shtml

 

Alojamento:

Quarto single (pequeno-almoço + garagem ) – 42€ / noite

Quarto duplo (pequeno-almoço + garagem) – 48€ / noite

Pagamento efetuado diretamente ao hotel


A ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PELA IGUALDADE PARENTAL E DIREITOS DOS FILHOS tem por fim as actividades de carácter cívico, cultural, formativo e informativo, no âmbito da protecção e fomento da igualdade parental, nos seus diferentes níveis de intervenção – legislativo, jurídico, psicológico, mobilização da opinião pública, entre outros -, relativamente aos direitos dos filhos (crianças e adolescentes) cujos pais se encontrem separados ou divorciados.